Como funciona a blockchain – Parte 1

A blockchain é a tecnologia que suporta não apenas as criptomoedas, mas também é a base para outras soluções inovadoras...

A blockchain é a tecnologia que suporta não apenas as criptomoedas, mas também é a base para outras soluções inovadoras como por exemplo contratos inteligentes (smart contracts) e NFTs (Non Fungible Tokens). A blockchain  é responsável por suportar a movimentação e a validação de transações e informações.

Desta forma, você pode pensar em blockchain como semelhante ao sistema operacional de um computador, ou seja, uma plataforma de software – na qual uma variedade de outros softwares são executados.

 

Neste artigo iremos explorar como é a tecnologia blockchain, como funciona e por que está se tornado tão popular.

Clique aqui e veja como a Covid acelerou a adoção de soluções “blockchain” no mundo esportivo.

Como funciona a blockchain

 

Blockchain (cadeia de blocos) é um software que rastreia dados, armazenando-os em blocos que são então encadeados cronologicamente. 

 

Pense em uma blockchain como um livro razão que registra transações ou dados que são validados e armazenados e podem ser visualizados posteriormente.

 

A tecnologia blockchain pode ser a base de muitas aplicações diferentes, como criptomoedas, contratos inteligentes, NFTs, informações de rastreamento e quase qualquer outro processo digital que possa exigir observação.

 

No caso da criptomoeda, os computadores validam a movimentação de dinheiro de pessoa para pessoa ao longo do tempo, deixando um registro permanente que pode ser acessado posteriormente, como um longo recibo de todas as transações já feitas. O bitcoin trouxe a tecnologia blockchain para a consciência popular.

 

A tecnologia blockchain é frequentemente descentralizada, o que significa que a capacidade de gravar no banco de dados é fornecida a uma rede de computadores, como é o caso das criptomoedas. Esse livro razão distribuído, como costuma ser chamado, rastreia os dados usando a energia redundante dos computadores em rede para validar os dados.

 

Cada computador tem acesso a esse registro público e, à medida que novas transações são adicionadas ao recibo ou livro-razão, elas são verificadas pelos computadores em rede.

NFTs, ou tokens não fungíveis, são ativos únicos que não podem ser substituídos por outros e a tecnologia blockchain permite que eles sejam verificados e armazenados. Eles podem incluir tudo, desde música a um domínio de site, mas a mania atual gira em torno dos colecionáveis digitais como por exemplo os do Museu do Dodge do AGBadolato.


Devido a este processo de validação e à criptografia que utiliza, a blockchain é muito segura, criando um registro quase irreversível.


Na segunda parte deste artigo iremos falar mais sobre a blockchain e como ela se difere de um banco de dados normal.

Gostou do post? Compartilhe e comente! Quer saber como você pode usar a blockchain e os NFTs para interagir com os seus fãs, entre em contato conosco.

SOBRE A NÓS 

 

A Block4 é uma fantech que cria e gerencia plataformas de colecionáveis digitais (os TiBS), que aproximam os fãs de suas instituições esportivas, artistas, influenciadores, criadores de conteúdo e comunidades favoritos, através de experiências altamente engajadoras e que misturam o físico e o digital (phydital). Com diversos parceiros nas mais diferentes verticais, a Block4 usa a tecnologia para revolucionar a relação do fã com o seu objeto de adoração, trazendo a blockchain e os NFTs para dentro da indústria do entretenimento.